sexta-feira, 30 de abril de 2010

Sereia

Ontem, remexendo uns cadernos velhos, encontrei um bem antigo, das minhas aulas de violão. Deve ter uns 12 anos mais ou menos. Mas não é a idade do caderno que importa.

O que importa mesmo é uma música em especial que eu encontrei lá. É do Lulu Santos e chama-se "Sereia". Aprendi a tocar no início das minhas aulas.

A letra é linda. A levada, melhor ainda. Dá a sensação de estar numa praia, ao entardecer com um violão e um ventinho de final de tarde batendo no rosto e nos cabelos da mulher amada. Olhares apaixonados. Final de filme.



Clara como a luz do sol
Clareira luminosa
Nessa escuridão
Bela como a luz da lua
Estrela do oriente
Nesses mares do sul
Clareira azul no céu
Na paisagem
Será magia, miragem, milagre
Será mistério!...(2x)

Prateando horizontes
Brilham rios, fontes
Numa cascata de luz
No espelho dessas águas
Vejo a face luminosa do amor
As ondas vão e vem
E vão e são como o tempo...

Luz do divinal querer
Seria uma sereia
Ou seria só
Delírio tropical, fantasia
Ou será, um sonho de criança
Sob o sol da manhã...

2 comentários:

TyZ disse...

Esta canção é praxe em aulas de violão =D
!
Comecei a tirar, também, mas parei antes de aprender, hehe
Amei o post
Bj

Danilo disse...

As notas são bem fáceis mesmo. Muito gostosa de ouvir e tocar. Adoro músicas assim.

bjos, Tyz