segunda-feira, 29 de março de 2010

Fly, Fly, Fly...

Fazia um tempinho já, eu procurava na Internet um desenho que eu assisti quando era novinho. O nome, que eu me lembre, era Fly. Eu me lembrava perfeitamente da música de abertura, das vozes, mas não conseguia encontrar nada a respeito na web.

Me lembrava vagamente de algumas coisas. Que o Fly era um menininho guerreiro que vivia em uma ilha cheia de monstros, mas eram montros do bem. O avô dele - até ontem eu achava isso - era uma cenoura que falava. Lembro também que esse avô queria ensinar magia para o Fly, mas ele não queria. Ele queria mesmo era ser herói e não via relação entre heroísmo e magia. Por isso, não levava a sério as aulas.

Estava começando a achar que o desenho havia sido imaginação minha.

Mas não era.

Encontrei uma galera neste final de semana em um acampamento em Mauá da Serra. Os caras são fanáticos por desenhos animados e acabou rolando uma retrospectiva desenhística. De repente, um gritou: "Nossa, alguém se lembra do Fly?" E começou a cantar a músiquinha de abertura: "Fly, Fly, Fly, quer a paz que o inimigo destrói..."

Depois eu até disse que não conseguia encontrar nada sobre o Fly na Internet e eles me disseram que era pra eu procurar como "Dragon Quest", que era o nome original. Quando cheguei em casa, a primeira coisa que fiz foi procurar o tal "Dragon Quest". E não é que encontrei!

Confesso que fiquei até emocionado, porque eu adorava, principalmente por causa da música de abertura. A voz do menino cantando é muito legal, talvez a melhor canção de desenho animado que eu já ouvi.

A série foi apresentada pelo SBT em 1996, quando eu tinha 9 anos de idade, mas nunca foi concluída. O nome era "Fly, o pequeno guerreiro". Depois, descobri que o tal avô era o único montro na ilha que tinha algum tipo de inteligência e acabou se tornando o responsável pela ilha, depois que os montros foram mandados para lá. Fly era o único humano no lugar e possuía um poder oculto, mas ninguém sabia disso. É um pouco parecido com Dragon Ball.

Postei aqui o vídeo de abertura de "Fly, o pequeno guerreiro". A música é muito bonita e bem cantada. A voz também é bem legal.



Fly, Fly, Fly
Quer a paz que o inimigo destrói
Fly, Fly, Fly
Um pouco de mago e muito de herói


Voar em terras distantes
Ser um herói de verdade
Aprender a usar a magia
Em horas de dificuldade
Vovô sempre quis me ensinar
Um dia vou ter que aprender
Pra lutar contra as forças do mal
A gente tem que saber
Se entender que precisa de ajuda
A justiça em primeiro lugar
Pois todo herói de verdade, pelo bem sempre tem que lutar


Fly, Fly, Fly
Quer a paz que o inimigo destrói
Fly, Fly, Fly
Um pouco de mago e muito de herói


E aqui vai um episódio. O primeiro.



E mais um, agora, da primeira parte do episódio número 26.

4 comentários:

gustavo disse...

"Alguém se lembra de Fly?!" EU! \o\. Simplesmente o desenho da minha infância, e tinha uma mensagem de heroísmo tão bonita, que não precisava de muita violência para tanto.

Nossa, em 1996 eu tinha 7 anos! Apesar disso eu lembro bastante das coisas, que o primeiro "chefão" era um jacaré/dinossauro/alguma coisa entre os dois. Mas eu gostava mais do que era metade fogo e metade gelo hahahhaa xD.

Já sabia que o nome era Dragon Quest, mas mesmo assim nunca me liguei em procurar e baixar. Lembro que na época tava mais preocupado em rever Sailor Moon :P. Você encontrou em algum lugar?

De qualquer forma, valeu Danilo pela sessão nostalgia que é sempre bom de vez em quando :D

Danilo disse...

Então, Gustavo, achei os vídeos no Youtube mesmo. O que mais me marcou mesmo foi a música, que era muito boa. A tradução e a canção foram feitas pela Gota Mágica, que nem existe mais.

Como pode uma coisa como essa marcar tanto?

Tenho saudades do Fly. Valeu pelo comentário Gustavo!

TyZ disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Viajei no tempo, agora (*.*)
Tô rindo sozinha aqui (mamãe já veio fuçar duas vezes pra saber a razão XDXD)

Fly era um programa certo meu e dos meus irmãos, que tínhamos respectivamente 12, 10 e 8 anos. Acho que a primeira fase de Dragon Ball começou mais ou menos nessa época mesmo. Naquele tempo, eu acreditava piamente em magia =.)

Gente, eu tô flutuando no espaço tempo, agora. Adorei reviver isto.
=.)

Danilo disse...

Tyz, é bom saber que mais gente assistiu e gostou do Fly. Muito legal. Valeu pelo comentário!!!