sábado, 20 de fevereiro de 2010

Coisas de horário de verão

Quando eu era criança, em tempos de trasantontem, eu não via a hora de chegar outubro e ficava triste quando chega final de fevereiro. O horário de verão sempre foi uma alegria danada, tanto pra mim quando para meus amigos.

Horário de verão era sinônimo acordar junto com o sol, sentir cheiro de orvalho fresco e parecer que você era o primeiro no mundo a acordar. Isso era a parte da manhã.

Mas a parte da tarde era a melhor. Além de poder sair da escola e ir direto para o campinho, podíamos descansar um tempão, pra ir jogar futebol de novo e bets mais tarde, até oito e meia da noite, sem ver o tempo passar. Me lembro que me esquecia até de comer porque quando escurecia era hora do esconde-esconde. Sem perceber, já passavam das dez e meia e era hora de dormir pra começar tudo de novo.

No entanto, conforme o tempo passa, já não dá mais pra fazer isso e o horário de verão foi se tornando uma grande chatisse. Juro que quando dava sete da noite até pensava: nossa, a essa hora poderia estar jogando bola ainda. Mas não dava, era hora de estudar e ir trabalhar no outro dia. Descobri que acordar cedo no horário de verão é pior coisa do mundo.

Descobri que sair do trabalho e ir direto estudar no horário de verão é uma das piores coisas do mundo (só perde para acordar). Descobri que, ao chegar do trabalho a gente fica cansado e não dá para descansar com um sol de 40 graus lá fora. A gente fica grudento.

Enfim, são problemas de adulto. Criança não liga pra nada disso. Eu não ligava pra nada disso. Mas hoje eu ligo. Por isso, dou graças a Deus pelo horário de verão terminar hoje e eu ter, pelo menos hoje, uma hora a mais pra dormir.

Mesmo assim, acho legal ver a criançada aqui na rua de casa fazendo as mesmas coisas que eu fazia na idade deles. Tudo por causa do horário de verão. Tomara que eles aproveitem bem, porque o horário de verão é o horário da criançada. Foi feito para elas.

Hoje em dia, não vejo mais muitas vantagens não. Uma das únicas é a tal economia de energia, mas eu nem sei se isso existe mesmo. A outra, na verdade uma curiosidade, eu descobri agora:

Comecei a escrever esta postagem às 23h40 do dia 20 de fevereiro e terminei às 23h5 do mesmo dia! A mudança de horário fez com que eu escrevesse tão rápido, mas tão rápido, que eu terminei a postagem antes mesmo de começá-la.

Isso realmente foi incrível!

6 comentários:

Mariana. disse...

Gostei desse post!
A gente por aqui não tem horário de verão, eu gosto porque toda a programação da tv passa mais cedo :)

"A mudança de horário fez com que eu escrevesse tão rápido, mas tão rápido, que eu terminei a postagem antes mesmo de começá-la."

[Isso foi engraçado!]

Danilo disse...

rsrsrsrsrs Nossa, deve ser estranho ver a novela das 8 às 7 ou às 6, dependendo do lugar. Mas aqui, o organismo da gente sofre bastante com a mudança.

Obrigado pelo comentário, Mariana!

Pedro H disse...

kkkkk eu rii "A mudança de horário fez com que eu escrevesse tão rápido, mas tão rápido, que eu terminei a postagem antes mesmo de começá-la."

Danilo disse...

Nossa, acho que mandei bem nessa... rsrsrs

TyZ disse...

Que post mais fofo!

Só tivemos horário deverão aqui em 1 ano, que me lembre: ou foi 1999 ou foi 2000.

Como eu estudava longe, lembro que não via a hora de acabar!!! Hehehe

E foi, mandou bem mesmo no encerramento do texto =D

Danilo disse...

Nossa, o horário de verão muda tudo. A hora da fome é outra, por exemplo. Mas como eu disse, são problemas de adulto. Quando eu era criança, a fome vinha, mas eu nem via a hora. Comia qualquer goiaba de qualquer goiabeira por aí e tava bom demais.