quarta-feira, 3 de junho de 2009

O paninho mágico

O paninho mágico é uma técnica, com certeza quase milenar, que a minha avó usa para parar a tosse. Não duvido que ela tenha aprendido com a mãe dela, que, por sua vez, aprendeu a mãe dela, que por sua vez, aprendeu com a mãe dela, e assim por diante, até chegarmos em Eva. Toda vez que alguém em casa está com tosse, é só rogar à vó que ela atende.

Ontem fez muito frio por aqui. E quando eu digo frio, não são os baixíssimos 20 graus do inverno nordestino, mas os 3 ou 4 graus do inverno do sul. Peguei um cobertor que estava guardado havia bastante tempo. Resultado: uma gripe alérgica das brabas!

Tentei dormir. Em vão. Às 4h da manhã, não teve jeito. Tive de rogar por Santa Luzia, ou melhor, dona Luzia. Fui até o quarto dela e pedi pra ela fazer o paninho mágico. Ela se levantou, foi até a cozinha e, quando cheguei lá, já havia alguma coisa esquentando no fogão.

Ela jogou o líquido numa camiseta meio velha, dobrou e a amarrou no meu pescoço. Acho que era álcool, por causa do cheiro. Só sei que a tosse sumiu na hora. Durmi em paz até de manhã. Até agora não tossi. Parece até mágica. Mesmo assim, hoje eu troco de cobertor.

Dona Luzia, rogai por nós com seu paninho mágico.

4 comentários:

Dueldy disse...

essa receita salvaria vidas!!!

Danilo disse...

É mesmo, Dueldy... há duas noites ela salva a minha.

TyZ disse...

Mamãe também tem esta receita há anos /o/
Minha salvadora, porque tenho crises alérgicas desde criança e não é bom,realmente. Por nada, começo e não paro!
Mano, sempre invejei quem mora no sul porque sou apaixonada por frio. Love for the cold air! Porém, estou com o ar em 20°, na sala, e já estou com os dedos enregelados (O.O) Imagina 3°!

Danilo disse...

Nossa, com 20º aqui a gente vai nadar no rio!!!!