quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Colhendo o vício!

"Oi, meu nome é Danilo"

"Oi Danilo!"

"Vim aqui hoje, nesta reunião para contar a minha experiência de vida. É algo que está acabando comigo. Algo que me consome a cada dia, a cada momento, a cada instante. Outro dia, cheguei em casa e falei, meio sem pensar:

- Caramba, consegui comprar uma vaca!

Aí, minha avó perguntou:

- Como assim? Por que? Com que dinheiro? Onde você vai guardar?

Daí, eu expliquei que não era uma vaca de verdade. Era na Colheita Feliz, do Orkut. Mesmo assim, ela perguntou as mesmas coisas quando eu disse que havia comprado um porco, uma galinha, um burro, melancias, abóboras, cenouras, nabos e casinhas de cachorro. E ficou mais passada ainda quando eu disse que consegui comprar tudo isso com a venda das coisas que eu roubei. E toda vez eu explico tudo em detalhes e ela sempre pergunta no final:

- Hã?

Coitada, mal sabia ela o vício que estava prester a se instalar no neto dela. No início, achei que seria só mais um joguinho de internet. Mas depois, vi que não era bem assim. O jogo é viciantemente viciante. Não dá para parar. Descobri que é um caminho sem volta.

Você precisa cuidar da sua fazendinha e precisa comprar sementes, plantar, esperar crescer, colher e vender. Conforme vai vendendo, vai ganhando dinheiro e comprando mais e mais coisas, como animais, por exemplo.

Tem alguns produtos que só podem ser comprados com dinheiro de verdade. Dá até pra imprimir um boleto e pagar no banco! Ai meu Deus, quantas vezes cheguei a imprimir o boleto, mas graças a Deus, resisti e não fui."


"plac plac plac plac plac plac", "parabéns", "que lindo!", "que força de vontade"...

"Eu não gasto com isso não, mas confesso que, desde que comecei minha colheita, há umas duas semanas, chego a marcar o horário que as plantinhas vão amadurecer pra colhê-las. Se elas estão maduras, outras pessoas podem entrar na minha colheita e roubar. E eu odeio ladrões.

A Colheita Feliz virou assunto até em roda de amigos. Hoje mesmo, estava conversando numa rodinha quando alguém disse que precisava ir embora pra colher umas abóboras. Daí um outro já disse que conseguiu roubar um caviar de alguém. Outro, que roubou tanto na noite passada, que conseguiu comprar uma ovelha. Outro ainda, disse que precisava pagar um boleto de R$ 7,00 para conseguir moedas verdes. E assim, o assunto rendeu bem uma hora mais ou menos.

Hoje, confesso a vocês: sou viciado em Colheita Feliz."


"Oh!", "ah, meu Deus", "coitado!"...

Minha colheita

"Mesmo assim, admito que não estou fazendo nada para mudar este quadro. Cada nível que eu passo, cada presente que eu ganho, cada ponto de popularidade, me incentivam a ir mais e mais além. A ficar até de madrugada vasculhando orkuts alheios em busca de qualquer ovinho, qualquer leitinho, qualquer nabinho...

Nesta última semana, comecei a vasculhar e roubar drogas mais pesadas. Fiquei meia hora na colheita de uma tal de Cacá esperando o pato dela botar e o pavão dar suas penas. Também roubei mel, caviar e até presentes de árvores de natal. Ganhei um bom dinheiro com isso. Meu organismo não se contenta mais só com coisas pequenas. Quero sempre mais. E isso me incomoda muito, porque por causa disso, estou dormindo poucas horas por noite..."


"Não chora...", "isso passa", "é melhor chorar mesmo, faz bem"...

"Se fosse para eu dar um conselho aos mais jovens, seria este: usem maconha, cocaína, abusem no álcool, no cigarro, na cola de sapateiro, sei lá, mas não entrem na Colheita Feliz. Ela, pode ter certeza, é muito pior.

Hoje consegui chegar ao nível 12. Já estou comprando melancias. Ai meu Deus, tenho medo de chegar a ter nível pra comprar frutas mais pesadas como o cacau, o abacaxi, a pitaya e a cana, apesar de também não ver a hora de chegar!"


"Não diga isso", "tente se controlar", "seja forte"...

"Não, não consigo! Não quero, mas quero! Preciso disso, não vivo mais sem isso. Já não tem mais volta. A sensação é maravilhosa, é magnífica. Quero mais, mais e mais! A vida é linda, tudo é lindo, a Colheita Feliz é linda, minhas abóboras são lindas, minha galinha é linda, meu burro é lindo, minha vaca, minha ovelha, meus morangos. Tudo lindo. E por falar em morangos, acho que já está na hora deles madurarem. Ai meu Deus, minha galinha tá pra botar e minha vaca tá pra dar leite. Meu porco e meu burro precisam de comida. Preciso comprar uma paisagem. Minhas flores desabrocharam. Ai, que desespero. Preciso da colheita... preciso da colheita... vou embora."

"Não, não vá!", "não se renda, lute mais", "lute até o fim", "não vá ainda, espere mais um pouco", "você precisa contar mais", "ele já foi?", "já", "será que ele falou tudo o que comprou?", "ah, acho que sim", "rápido então, vamos roubar os ovos da galinha dele", "e o leite", "e as melancias", "caramba, já estou chegando no nível 26, vou comprar o abacaxi", "anda logo, antes que ele chegue em casa", "nossa, como esse jogo vicia"...

7 comentários:

Alexandre disse...

Adorei, mas não posso criar um comentário inteligente porque preciso cuidar da minha colheita...

Danilo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu também. Acho que este post só foi criado porque minha plantação só tinha sementes e eu havia acabado de colher leite, ovos e lã.

gustavo disse...

kkkkkkkkkkkkk

já passei por isso, mas agora tenho minhas moedinhas de abstinência. Eu estava dedicando muito do meu tempo pelo fato de estarem roubando minha colheita ou tratando as pragas. E vendo de fora, é exatamente isso que faz você olhar a colheita várias vezes ao dia.

Foi aí que fiquei sem paciência e tirei o aplicativo. Mais porque fui apresentado ao Farmville, do Facebook. Segue o mesmo raciocínio do Colheita, mas é bem mais focado na cooperação do que na trapaça kkkkk. Lá, você tem mais chances de evoluir se tiver mais amigos colaborando (e não se convidar mais pessoas, o que é difícil agora), além de ter uma variedade maior e melhor de produzir, e ganhar com isso.

Foi uma alternativa de vício menos prejudicial. É como ir do crack pra maconha medicinal (sem a noção necessária pra uma afirmação dessas, que fique claro kkkk).

Abraços!

Danilo disse...

Boa ideia Gustavo... vou ver se consigo ocupar minha cabeça com outras coisas. Se não der certo, a solução será a internação.

TyZ disse...

hauhauahaua!

"Se fosse para eu dar um conselho aos mais jovens, seria este: usem maconha, cocaína, abusem no álcool, no cigarro, na cola de sapateiro, sei lá, mas não entrem na Colheita Feliz. Ela, pode ter certeza, é muito pior."

Eu resisto a criar esta fazendinha, já que não visito muito o meu orkut =P

O Facebook é o Orkut saudável, então? =)
Não resisti e acabei voltando pra este também...

Agora vou ver minha sorte de hoje.

Rosane disse...

meu amor bem que eu desconfiei que vc andou passando na minha fazenda.......................beijos meu lindooooooo

Danilo disse...

É verdade Rosane. Não há fazendo neste mundo a qual eu não tenha visitado. Mas estou me recuperando. Tomara que eu não seja preso pelo roubo.

Beijos pra você também!