domingo, 22 de junho de 2008

Sempre quando chega junho...

(Novamente, republico minha crônica, que está no Web Jornal ComTexto)

"Sempre quando vai chegando esta época eu começo a me lembrar, perfeitamente, dos tempos de outrora, mas é primeira vez que paro para escrever isso. Morávamos num sítio. Eu, meu marido - que Deus o tenha - e meus quatro filhos. Do mais velho para mais novo a diferença era de cinco anos apenas. Foi tudo de uma vez só, para que pudessem crescer juntos e brincar juntos.

Bom, mas junho me lembra festa junina. Naqueles tempos, era uma maravilha. Juntava todas as famílias, os compadres, as comadres e as crianças. E como tinha criança! Era, no mínimo, três em cada família. No meu caso, quatro. Eu os arrumava com a melhor roupa para a festa no arraiá, lá em volta da fogueira de São João, em frente à capela. Eu mesma montava a nossa barraquinha de amendoim, paçoca, milho cozido, bolo de milho. Cada família montava uma, tudo de graça, já que eram todos amigos.

Enquanto o sanfoneiro tocava..."


O restante da crônica, está lá no Web Jornal ComTexto.

Entre, leia a crônica e as outras matérias. É um jornal produzido pelo 4º ano de jornalismo da Unopar. Matérias legais!!!

Como já disse outro dia, não sei colocar link, então, por favor, copie e cole o link no seu navegador.

http://www13.unopar.br/unopar/publicacao/manchete.action?m=1887

Ou então, clique ali na barra ao lado onde está escrito "Danilo indica". Eu indico esse jornal!!!

Ah, e pode comentar também.

Um comentário:

Lê disse...

Como te prometi....


1,2,3,...25

Meu comentario
pelo menos um por dia msm
que eu nem saiba o que escrever!
rsrs...