sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sexta-feira 13

Hoje é sexta-feira 13. Dia de assistir Brinquedo Assassino, Jason, serras elétricas, e serial killer.

Mas hoje também faz exatamente quatro anos e um dia que a missionária norte-americana Dorothy Stang morreu assassinada no município de Anapu, no Pará. Ela lutava pelo desenvolvimento sustentável da Amazônia e pelos direitos dos trabalhadores de lá.

Lutava contra os fazendeiros que querem derrubar a floresta para plantar soja e criar gado, as madeireiras que sugam a floresta e vendem madeira ilegalmente. O falso progresso, que marcou a ditadura militar.

Por isso ela foi morta, afinal, todos os que lutam pelos mais fracos devem ser silenciados. É inadmissível que em pleno século XXI tenhamos que conviver com jagunços, pistoleiros e fazendeiros matando gente que luta pelos próprios direitos, gente que só quer um pedaço de terra.

E o pior, sendo julgados e absolvidos, como no caso da missionária. Ou, na maioria das vezes, nem julgados. Em 2009 também completa-se 20 anos da morte de Chico Mendes, o maior defensor da floresta amazônica. Seringueiro.

Mesmo assim, o norte do país vive ainda no século passado, quando quem mandava eram os coronéis da borracha, os grandes fazendeiros. Um deles, aliás, está lá na presidência do Senado nacional. A família do cara tem mais terras do que todo o estado de Alagoas, por exemplo. E enquanto isso, a maioria, na miséria.

Aí, eu tenho que ouvir na missa que o Comunismo não é coisa de Deus.

E o capitalismo, é?

5 comentários:

TyZ disse...

É da vida, como costumo dizer, Danilo. Não é de hoje que acontece e ainda não é hoje que vai parar.

As pessoas esquecem apenas de que cada um é um pedacinho de Deus e não adianta correr disto.

Danilo disse...

Verdade TyZ, tem vem que fico indignado. Tem vez não, sempre. Pois que eu apoio todo tipo de luta pela terra. Adoro os sem-terra. Luta legítima.

Anônimo disse...

Oi, fiquei muito feliz em ler sua postagem. É divulgando que os testemunhos e o sangue desse e de tantos mártires não ficaram esquecidos, e mesmo o Padre dizendo que comunismo não é coisa de Deus, não desista da luta e continue sempre apoiando e colaborando com os movimentos sociais isso e importante resista sempre...

bjos..

gustavo (o outro) disse...

*muito* bem lembrado

Danilo disse...

Brigado Gustavo